Páginas

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

I collapse when I think about you

É estranho pensar que você partiu meu coração, até porque nunca fui apaixonada por você. Eu sei que tudo isso te parece muito esquisito porque, que eu saiba, você nem entende o que isso significa, mas o fato é que você partiu meu coração de uma maneira completamente diferente, porém igualmente dolorosa.

Você tinha bebido demais, ok. Eu também. Inclusive, eu nunca mais bebi depois desse dia. Você sabe o porquê. Você sabe o quanto essas memórias — ou o que sobrou delas — doem em mim. E ainda assim você passa reto por mim, finge que nada aconteceu, finge que está tudo bem. Mas eu não posso ignorar a vontade que eu tenho de rasgar toda a minha pele e deixar de respirar toda vez que te vejo.

Acho que, de todos os gatilhos possíveis que me fazem lembrar do ocorrido, você é o pior.

Se, no começo, eu não queria que você fosse embora, agora eu rezo pra que o tempo passe e você mude para outra cidade. Eu sei que você não faz por mal, mas é extremamente difícil manter a postura perto de você.

Lembro que você teve problemas pra trocar de roupa. Eu tentei de ajudar, e a tua risada me fazia pensar em quanta coisa você ainda vai passar. Todas as decepções e as burradas nas quais você vai se meter. Eu entendo o porquê você é assim, e eu espero que um dia você entenda o porquê eu não sou mais assim.

Você tem um rosto lindo. Olhos maravilhosos. Tua voz e teu sotaque me deixam um pouco enjoada, mas isso não muda o fato de que eu sempre te achei linda. E eu quero que tu saiba que é só isso mesmo, eu só te acho linda. Não tem sentimento envolvido. Digo, não tinha. Agora tem.

Porque você disse que gostava de mim e não podia esperar, e eu pedi que você tivesse paciência, porque a gente ia dar um jeito. Só que você sabia que a gente não ia dar um jeito, porque qualquer coisa que a gente tivesse não ia passar daquela noite. E aparentemente não passou mesmo, nem a amizade.

Eu precisei do teu apoio, precisei de você ao meu lado nas semanas seguintes, quando todo o meu chão tinha desabado depois de... você sabe. Mas você não esteve lá, você não quis estar, porque o meu sofrimento não era nada comparado ao seu medo de que outras pessoas descobrissem qualquer coisa. Naquele momento eu precisava demais de uma amiga, e pra quem gostava tanto assim de mim, você não desempenhou muito bem esse papel.

Não sei até que ponto a culpa é minha. Se eu tivesse dito outra coisa ou feito diferente, talvez aquela noite poderia ter acabado de uma maneira menos dolorosa. Mas eu pedi que você tivesse calma, e por isso acabei perdendo muita coisa. Parte da minha dignidade, parte da minha sanidade, parte do meu status, parte de algumas amizades, minha vontade de viver... Você.

Quem sabe eu esteja projetando toda a dor resultante do ocorrido em você, quem sabe eu tenha um pingo de razão. E a essa altura, já não sei se o problema sou eu ou você, muito menos quanto tempo mais eu consigo te ver sem colapsar. Sem querer deixar de existir. Sem querer morrer.

Mas promete pra mim que vai se cuidar, linda. Que vai tomar mais cuidado da próxima vez. Porque você ainda vai passar por muita coisa, e quem sabe um dia vai acontecer contigo o que aconteceu comigo. E eu não desejo isso pra você, nem pra ninguém, mas aviso que vai doer. Vai doer demais. Então toma cuidado. Porque você jamais vai querer olhar pra alguém e sentir o que eu sinto quando olho pra você.


***
» A última parte da série “Yes, maybe the stars” vai atrasar porque eu simplesmente me esqueci de escrevê-la. Beijos.

2 comentários

  1. Que texto dolorido, mas lindo. Dá pra visualizar mais ou menos como é a situação (você tem esse dom, já te disse né) e senti doer aqui dentro.
    Não dá pra explicar como é que algumas pessoas simplesmente resolvem parar de incluir a gente na vida delas, mas ser afastado da realidade que a gente gosta SEMPRE vai doer. Não importa o momento da vida em que estamos.

    Espero que vocês, daqui um tempo, consigam chegar a um entendimento e viver num clima agradável. Até lá, só dá tempo ao tempo mesmo que tudo se conserta.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  2. eu senti aqui dentro. não sei nem o que dizer, só sentir

    nunca é fácil, mas espero que fique tudo bem e que tudo isso passe ♥

    ResponderExcluir