Páginas

domingo, 14 de agosto de 2016

Das coisas que tem acontecido enquanto tem post programado sendo postado automaticamente



Não sei se vocês perceberam, mas eu dei uma sumida. Não das postagens, é óbvio, mas dos comentários. E nesse momento estou muito grata por ter programado tantos posts até o dia de hoje, porque caraca malucos, sinto que não paro em casa há uns quinhentos anos.

Não que minha vida social esteja tão agitada assim, não é nada disso. Mas é que, realmente, nessas últimas semanas, teve uma penca de coisa pra fazer. Apesar de eu ter estado de férias até dia 8, foi tudo uma correria que parecia sem fim. Tudo isso por um fato simples: eu arranjei um estágio.

Sim, criei vergonha na cara e mandei uns CVs aí. Okay, mentira, eu só mandei um CV para uma empresa em específico porque, por algum motivo, eu queria muito aquela vaga. Quando vi o anúncio, algo dentro de mim gritava “você não pode perder essa chance”. Prontamente enviei meu currículo e vocês não tem noção do quão feliz eu fiquei ao ser chamada para a entrevista (geralmente me descartam antes, risos). E vocês nem imaginam o treco que eu tive quando recebi o e-mail dizendo que eu havia sido selecionada para, de fato, estagiar lá. Mas é claro que depois de coisa boa só vem degraça, não é mesmo?

O trampo que foi com a documentação me deixou desgastada tanto fisicamente quando emocionalmente e até mesmo financeiramente. Tive problemas com o sistema que estava fazendo a integração entre a empresa e a universidade, tive problemas com a universidade (que estava de férias) e no fim eu só consegui todas as assinaturas necessárias no último dia em que poderia entregar o contrato assinado. Ou seja: quase perdi meu estágio por causa dessa burocracia toda e, infelizmente, necessária.

Felizmente agora tá tudo certo e inicio meu estágio hoje, dia 15.

Enfim. Moving along.

Talvez vocês não tenham percebido, mas eu estou namorando. Pra ser bem sincera, eu nem sei direito como tudo isso aconteceu. Já conhecia o moço, indiretamente, há um bom tempo, mas jamais esperava que fosse sequer conversar com ele. Admito que ele era uma espécie de crush platônico, mas nunca fui atrás até mesmo porque, como disse, nunca esperava nada. E novamente: eu nem sei direito como tudo isso aconteceu, mas agora estamos juntos.

O ponto não era exatamente esse, o ponto era que: me envolver com uma pessoa que tem perspectiva e objetivos me fez conhecer um universo a parte. É aquela história de quando você encontra uma pessoa é bom, mas só é saudável mesmo quando você encontra uma pessoa completa, que vive feliz consigo mesma, que não tem necessidade de um parceiro pra ser feliz, essas coisas. Claro que isso não quer dizer independência total um do outro, porque compromisso é compromisso e ninguém é uma ilha, mas acho que vocês entendem onde eu quero chegar.

Na verdade onde eu queria chegar mesmo era que, esse fim de semana, fui para Joinville acompanhar a banda dele na primeira apresentação fora de Curitiba. Eu não sou muito fã de bandas cover porque, de certo modo, isso acaba ferrando com a cena, mas a verdade é que se não começar no cover, as bandas no Brasil simplesmente não vão para a frente. Sem falar que os caras mandam muito bem, tanto na performance (presença de palco) quanto musicalmente falando, então não tem como não admirar. Eles conseguiram despertar uma Maria que estava adormecida há mais ou menos 2 anos dentro de mim: a Maria que fica na frente do palco bangueando feito uma louca e morre com dor no pescoço no dia seguinte. Existe um motivo pelo qual eu deixei essa Maria dormir por um tempo, mas no momento tal história é irrelevante.

O negócio é que: eu tô destruída. Moída. Meio viva, só. E eu não fazia ideia do quanto eu sentia falta dessa sensação. ♥

Um comentário

  1. Oi, Maria! <3

    Parabéns pelo estágio! Você deu bastante sorte de arranjar A vaga, hahaha! E essa parte burocrática é normal, infelizmente, mas ainda bem que não perdeu a vaga por conta disso.

    E que bom que esse namoro está te fazendo bem, aliás fui entrar na página da banda do seu boy e vi que um amigo meu curte a banda, olha que coincidência. xD Falando nisso, vou ouvir depois, porque eu adoro Rammstein. <3

    Beijo e sucesso! ;*

    ResponderExcluir