Páginas

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Deus é pai, não padastro

SEM OR.

Finalmente minhas aulas acabaram. Eu sei que para muitos as aulas estão para começar, mas eis que acabei de passar pelo meu primeiro semestre na faculdade - inclusive ponho a culpa da minha ausência nesse período desgraçado no qual meus cabelos quase caíram e mal senti tempo para respirar -, e devo confessar que me sinto muito feliz. Isso porque Deus é pai, não padastro, e passei em todas as matérias! Com notas boas ainda por cima! Agora é só curtir as férias e esperar que semestre que vem não seja interrompido por uma greve, risos.

Enfim, dia 19 de julho teve show do Opeth! Foi lindo, foi maravilhoso, eu quase chorei em vários momentos, e devo admitir que foi muito especial pra mim. Não só foi a realização de um sonho, como algo só meu. Apesar de eu ter feito algumas amizades ali na hora, eu sei que estava sozinha lá, e acho que não podia existir algo melhor do que a minha própria companhia naquele exato momento. Não tirei fotos, não gravei vídeos, só existi e assisti uma das bandas que mais marcou a minha vida ali na minha frente. Um momento de amor próprio, at last.


Queria muito que este post não fosse alguma coisa estilo "querido diário", mas foi. Outro dia conto mais sobre a minha primeira vez na capital de São Paulo.

Acho que desaprendi a blogar.

Nenhum comentário

Postar um comentário